×
×
×
×
×
×
×
×

Sobre o Virando o Jogo

Doadores privados ou apoio governamental?

Em muitos países, existe legislação para que caso uma comunidade construa, por exemplo, uma escola, o governo pague os salários dos professores. A maioria das pessoas concorda que é sábio usar tais possibilidades onde elas existem. Outros podem argumentar que é sempre responsabilidade do governo fornecer serviços básicos como educação, saúde, habitação, água e saneamento. O Change the Game acredita que ambos os atores têm um papel importante a desempenhar.

Mobilização de apoios ou incidência política?

Idealmente, as organizações da sociedade civil e o governo cooperam de forma significativa e produtiva. Algumas pessoas usam a incidência política como um termo alternativo para a mobilização de apoios. A incidência política é o apelo de uma organização de base comunitária ou ONG para fazer valer os direitos políticos ou civis da comunidade junto às suas autoridades. De forma geral, é a capacidade de reivindicar seus direitos econômicos e sociais, com partes interessadas relevantes (elites nacionais, empresas, governo etc.).[1]

Necessidades básicas ou abordagem baseada em direitos?

Tradicionalmente, muitas agências doadoras se concentraram na prestação de serviços: fornecimento de alimentos, abrigo, educação ou serviços de saúde. Posteriormente, a “abordagem baseada em direitos” foi adotada. O objetivo é conseguir uma transformação das relações de poder entre os dois grupos de partes interessadas: os detentores de direitos (que não possuem direitos completos) e os portadores de dever (as instituições obrigadas a cumprir os direitos dos titulares). [2] O portal Change the Game visa a fortalecer a capacidade de Grupos de Autoajuda, OBCs e ONGs de adotar ambas as estratégias: ajudar a atender às necessidades básicas quando necessário e adquirir habilidades para influenciar os portadores de dever a cumprirem suas funções.

Cooperação ou confronto?

Mobilizar apoios ou convidar governos e outros atores relevantes a agirem podem ser ações realizadas de muitas formas. Desde a implementação conjunta de projetos por um lado até as atividades mais conflitantes, como manifestações pacíficas ou comícios, ou mesmo confronto e violência armadas. O Change the Game rejeita o uso de qualquer tipo de violência. Em vez disso, promove a cooperação entre a sociedade civil e os portadores de deveres e oferece formação em várias habilidades e estratégias, por exemplo, de como envolver a mídia ou como escrever uma reclamação efetivamente.

O que você aprenderá?

Depois de finalizarem o curso completo de mobilização de apoios, os usuários que começaram com pouco ou nenhum conhecimento sobre o tópico terão aprendido a exigir uma implementação correta de políticas em nível local e a cooperar com os portadores de deveres locais em relação a uma questão que é de importância direta para eles.